Índice

Interessado em descobrir o que é preciso para iniciar e escalar uma Organização Sem Fins Lucrativos?

Tivemos o privilégio de entrevistar Eric Steinberger, Cofundador e CEO da Climate Science, uma plataforma que procura capacitar as pessoas com conhecimento para compreender e resolver as alterações climáticas. A Organização Sem Fins Lucrativos foi fundada em 2019 e cresceu para mais de um milhão de utilizadores, com uma equipa de voluntários de 40 países.

Perguntámos ao Eric sobre a sua viagem com a Climate Science e os seus conselhos a quem estivesse a pensar em começar uma organização sem fins lucrativos.

O que é uma Sem Fins Lucrativos?

Ao contrário do que se pensa, uma Organização Sem Fins Lucrativos não significa uma organização que não pode gerar dinheiro, mas que o principal objetivo não é pagar lucros aos acionistas. Em vez disso, as Organizações Sem Fins Lucrativos têm geralmente uma missão social, caridosa, ambiental, educacional ou religiosa.

Como tal, uma Organização Sem Fins Lucrativos pode ganhar dinheiro e pagar aos funcionários. A diferença com uma empresa tradicional é que não tem acionistas, pessoas que detêm uma participação da empresa em troca de uma parte dos lucros. Em alguns países como o Reino Unido ou os EUA, as Organizações Sem Fins Lucrativos estão também isentas de pagar impostos empresariais.

A Climat Science é uma organização educacional. Embora todos os seus conteúdos e materiais de aprendizagem sejam gratuitos, gere o workshops corporativos para gerar rendimento e pagar os custos da criação dos seus produtos de aprendizagem gratuitos. Os facilitadores especializados são reunidos para oferecer workshops para empresas de todos tamanhos, dando-lhes uma compreensão básica das alterações climáticas, bem como executar atividades de resolução de problemas relacionadas com as atividades da empresa.

Encontrar um Problema para Resolver

A chave para criar uma empresa de sucesso – com ou sem fins lucrativos – é preencher uma lacuna, encontrar um problema para resolver, diz Eric Steinberger.

“Encontrámos um problema que nos foi muito importante”, disse-nos, “depois de literalmente procurar resolver as alterações climáticas e não encontrar uma cobertura adequada que seja fiável e precisa, mas também divertida e envolvente”.

A Climate Science começou como dois Co-Founders a criar de Instagram com infografias envolventes e legendas informativas sobre as causas, consequências e soluções para as alterações climáticas. A página ganhou 40.000 seguidores no espaço de dois meses e recebeu interesse de professores que queriam usar os materiais para dar as suas aulas.

Apesar do rápido sucesso, Eric sublinha que não foi um acidente; eles tinham tropeçado num problema importante e havia procura para a solução. “Não se pode começar uma empresa a pensar ‘quero que os meus clientes façam X'”, diz. Os seus utilizadores ou clientes são o seu pão e manteiga, por isso tem de começar pelo que eles querem.

Reuna-se em Torno de um Propósito

Muitas start-ups lutam durante a fase de crescimento, quer para recrutar em velocidade, para manter o pessoal motivado ou para retê-los. No início, os empresários têm conhecimento do que todos estão a fazer; mas à medida que a organização cresce, o nível de controlo diminui. Perguntámos ao Eric como escalou a Climate Science tão rapidamente e eficazmente.

A Climate Science passou de dois para dez, depois cem, e agora mais de mil voluntários de 40 países. A Organização Sem Fins Lucrativos também conta com 11 funcionários pagos, mas Eric, enquanto presidente, ainda é um voluntário a tempo inteiro. Ele disse-nos que a chave para continuar a manter as pessoas envolvidas e motivadas, são os processos e o alinhamento.

“A vossa missão e o vosso objetivo têm de ser tão incrivelmente claros que ninguém os consegue interpretar mal, e é preciso repeti-los duas vezes por dia só para garantir que todos correm na mesma direção”, diz.

Implemente alguns processos internos e estruturas que se irão replicar em todas as suas equipas. De facto, o Eric disse-nos que a equipa da Climate Science realizou testes A/B para descobrir as estruturas ideais da equipa para gerir a Organização Sem Fins Lucrativos. No final, decidiram que iriam estabeler equipas entre um e cinco elementos, com um líder. As ideias de todos são ouvidas e valorizadas, mas ter uma pessoa no comando aumenta a responsabilidade.

Os desafios e benefícios de executar uma organização sem fins lucrativos

Existem desafios específicos que surgem com uma Organização Sem fins Lucrativos, a começar pelo facto de a sua força de trabalho poder ser composta por voluntários. Perguntámos ao Eric como é que ele enfrentou as dificuldades de gerir uma Organização Sem Fins Lucrativos.

O Eric disse-nos que, com uma força de trabalho voluntária, as pessoas vão estar sempre a entrar e a sair. A chave, diz, é uma mentalidade e valores partilhados. Encontra pessoas tão apaixonadas como tu no teu projeto, e elas vão ficar. Ajuda que, mesmo como CEO, Eric não seja pago pela Climate Science; e sem acionistas, ninguém está a lucrar com a organização. “Está claro que estamos todos aqui para resolver um problema”, diz Eric.

Tal como existem potenciais problemas decorrentes da gestão de uma equipa de voluntários, o Eric foi rápido a delinear os muitos benefícios. Para começar, os voluntários optam por dar o seu tempo, o que significa que a sua motivação é muitas vezes maior do que os funcionários pagos.

Há também incentivos e recompensas financeiras: muitas empresas de software e tecnologia têm planos dedicados a instituições de caridade e sem fins lucrativos. Slack tem um plano de caridade que dá às Sem Fins Lucrativos uma atualização Pro gratuita para espaços de trabalho de 250 membros ou menos, e para um desconto de 85% para espaços de trabalho maiores. O Google Ad Grants dá a instituições de caridade e Sem Fins Lucrativos até 10.000 dólares por mês em orçamento de anúncios para espalhar a palavra sobre a sua causa. Eric aconselhou a olhar para estes esquemas, o que pode fazer uma grande diferença para uma Sem Fins Lucrativos.

Conselhos para Qualquer Pessoa que Considere Iniciar uma Organização Sem Fins Lucrativos

Concluímos ao pedir ao Eric o seu conselho para quem pensasse em começar ou entrar numa Organização Sem Fins Lucrativos. Eis o que nos disse:

  • Trabalhar para a start-up certa, não para a primeira start-up que aparecer. Demora muito tempo para se conseguir ter uma boa ideia, “e não podes marcar para dois meses antes da tua formatura de faculdade!”. Se tens a impressão de que não vai funcionar, não o faças. Se começaste, e percebes que uma das tuas presunções está errada, não a sigas só por causa do teu ego. “A linha ténue entre desistir e deixar cair a coisa errada para fazer a coisa certa, é ser honesto consigo mesmo sobre o porquê das coisas não funcionarem.”
  • Concentre-se no utilizador/cliente. Se acredita na sua ideia, mas não tem a certeza dos detalhes, construa um protótipo e apresente-o aos utilizadores. A experiência deles e feedback irão impulsionar o desenvolvimento do seu produto.
  • Simplesmente faz acontecer, e pronto! Se achas que estás perto da vitória, dá o salto e começa.

Se gostou deste artigo sinta-se à vontade para se ligar ao EWOR no LinkedIn

Want to start and grow your own business? We have the perfect solution for you. We built a platform with over 17 courses designed by serial entrepreneurs to help you build a sustainable business. You will get access to hundreds of resources, tools, legal templates, and much more. Save time and money and become more successful by subscribing to our EWOR Platform. What are you waiting for?

Sign-up now!

Sobre a Ewor

A Ewor é uma escola concebida pelos melhores professores, empreendedores e lideres da industria da Europa. Nós educamos e orientamos jovens inovadores para lançarem empresas de sucesso

Conheça Mais

Índice

Os nossos programas

Fellowship

Um programa exclusivo de 10 meses totalmente patrocinado, projetado para te ajudar a lançar um empreendimento impactante. Aprende como iniciar o teu negócio.

Sabe mais

Academy

Um programa online de 8 semanas que ensina como iniciar uma empresa com impacto duradouro no ambiente ou na sociedade.

Sabe mais

Platform

Aprende a conceber, prototipar, testar e lançar um negócio impactante com mais de 17 cursos para te ajudar a começar.

Sabe mais

Assina a nossa newsletter

Não percas novos conteúdos e assina a nossa newsletter!

Segue-nos

About EWOR

EWOR is a school conceived by Europe’s top professors, entrepreneurs, and industry leaders. We educate and mentor young innovators to launch successful businesses.

Learn More

Our Programs

Fellowship

An exclusive 10-month, fully-sponsored, program designed for aspiring entrepreneurs who want to make the world a better place.

Learn More

Academy

An exclusive 10-month, fully-sponsored, program designed for aspiring entrepreneurs who want to make the world a better place.

Learn More

Platform

Learn how to conceive, prototype, test, and launch an impactful venture with over 17 courses to help you start off.

Learn More

Newsletter

Don’t miss out on future content and subscribe to our newsletter!

Recommended

Como Encontrar Startups de Alto Crescimento, Sugestão de um Especialista

A Equipe EWOR conversou com Ryo Kawashima, um profissional de finanças com dez anos de...

De Fundador, A Coach De Negócios

Você é um empreendedor curioso sobre dar coaching a fundadores de empresas? Você está com...

Como trabalhar em rede como empresário

Oi! Sou a Mona Ghazi, co-fundadora e CEO da Optimo. Sou apaixonada por empreendedorismo e...

Como Saber Que É o Momento Correto Para Uma Mudança de Carreira

Está se sentindo desconfortável no seu trabalho? Considerando uma mudança de carreira? Não tem certeza...

Fazendo uma Sociedade Melhor, Com a Economia de Máquinas e Web 3.0

Se você é experiente em tecnologia e fascinado pelo potencial da tecnologia para fazer do...

Como Começar e Escalar uma Organização Sem Fins Lucrativos

Interessado em descobrir o que é preciso para iniciar e escalar uma Organização Sem Fins...

Follow Us

Want to start and grow your own business?

Learn how to conceive, prototype, test, and launch an impactful venture with over 17 courses.

Get access to over 300 resources including pitch-decks, investor term sheets, and contracts.

Rate this article

daniel

Daniel Dippold

Michael